Fundada em 29 de janeiro de 1964, a Cooperativa dos Produtores Rurais do Serro tem uma história de sucesso, atuando como agente de transformação financeira, social e econômica no Serro e região e garantindo a oferta de produtos de qualidade para seus clientes.

Criada para operar a comercialização do Queijo Minas Artesanal no Serro, a Cooperativa atua também para a preservação do Queijo do Serro, registrado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico – IEPHA, como 1º Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial de Minas Gerais, em 2002, e pelo Instituto Artístico e Histórico Nacional – IPHAN, como Patrimônio Cultural do Brasil, em 2008.

A partir de 1976, a Cooperativa inicia a produção e comercialização de queijos produzidos com leite pasteurizado. Hoje, a Fábrica de Laticínios atende à normatização do Serviço de Inspeção Federal e da Anvisa, mantendo a produção em consonância com o Manual de Boas Práticas de Fabricação, e está adequada ao que preconiza o PPHO (Programa de Procedimentos- Padrão de Higiene Operacional) e APPCC (Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle).

A Fábrica dispõe de avançada tecnologia para produção de laticínios, com rigoroso controle de higiene e está certificada e licenciada pelos órgãos ambientais competentes, com implantação de sistema de tratamento de efluentes e destino de resíduos, em consonância com as normas ambientais.

Para garantir a qualidade de seus produtos, segurança alimentar e manter os padrões micro-biológicos exigidos pela legislação vigente, um Tecnólogo em Laticínios acompanha e analisa o processo diário de produção, desde a matéria prima ao produto final, com o apoio de laboratório instalado nas dependências da Fábrica. Testes periódicos são realizados, ainda, em laboratório credenciados pelo Ministério da Agricultura.